• Slide - BeerManiacs
  • Slide - BeerManiacs
  • Slide - BeerManiacs
  • Slide - BeerManiacs
  • Slide - BeerManiacs
PRODUTOS QUALITY maniacs@beermaniacs.com.br

BeerManiacs

ESPECIAIS BRANDS (41) 3084 9700

Nova cerveja Maniacs Summer chega a todo território nacional

Data: 31/10/2017

Fonte: https://brejada.com/nova-cerveja-maniacs-summer-chega-todo-territorio-nacional-nesta-semana/#.WfnR4hNSyi4

 

Com mais de 3 mil pontos de venda em todo Brasil, o lançamento da Maniacs Brewing Co. traz aromas e sabores do verão para o mês de novembro

 

Tendo a inovação como parte da identidade da marca, a equipe da Maniacs Brewing Co. realiza nesta semana o lançamento da Maniacs Summer. Trata-se da terceira cerveja de linha anual da cervejaria, que já conta também com outras nove cervejas de caráter sazonal.

Celebrando o primeiro ano de inauguração da cervejaria própria, a Maniacs Brewing Co. une a maturidade de 12 anos de experiência no mercado de cervejas artesanais com a ousadia e criatividade que projetaram para a marca. O resultado, conforme sugere o slogan da Maniacs, são cervejas feitas por loucos por cerveja, para loucos por cerveja.

Antes de chegar à versão final, a Maniacs Summer realizou três fases de pré-lançamento com sua versão em chopp. A primeira durante a Oktoberfest Paraná 2017, realizada em Curitiba (PR); na sequência no Mondial de la Biere, no Rio de Janeiro; e no evento Mesa São Paulo, na capital paulistana. Agora em lançamento oficial, as latas e garrafas da Maniacs Summer já começam a chegar a bares e restaurantes nas cinco regiões do Brasil. No total, serão mais de 3 mil pontos de venda atingidos.

Conheça a Maniacs Summer

A Maniacs Summer tem o objetivo de ser uma celebração cervejeira ao nosso clima tropical. Feita com maltes de cevada e centeio, ela aposta em aromas e sabores do verão. O resultado é uma Pale Ale dourada clara, com 4,7% de ABV, leve amargor, muito aroma e personalidade. Produzida artesanalmente para Loucos por Summer, ela mira no público que quer curtir o verão sem abrir mão de sabor e qualidade.

A Maniacs Summer chega aos principais bares, restaurantes e supermercados no início de novembro, em garrafas de 300ml e latas de 350ml (com preço de entrada de R$6,90 em supermercados e R$9,90 em bares e restaurantes), bem como chopp em barris descartáveis, que abastecerão restaurantes e bares cervejeiros de todo país.

As latas contam com a inovadora caixa Maniacs Cooler Box, que recentemente ganhou premiação nacional de melhor embalagem do país. A Cooler Box se transforma em cooler que recebe até 2 quilos de gelo, podendo ser levada diretamente à praia, churrasco e demais ocasiões de consumo.

“Esse lançamento reforça o nosso compromisso em trazer variedade, com caráter artesanal, explorando ingredientes e estilos adequados ao clima brasileiro. Cada vez mais os consumidores estão preocupados com o que usam, comem e bebem. No segmento de cervejas artesanais eles têm essa visibilidade. Sabem o nome do cervejeiro, o tipo do lúpulo usado, qual o prato que melhor harmoniza, o copo e a temperatura ideal. É essa experiência agradável que queremos cada vez mais proporcionar aos nossos clientes, com cervejas bem feitas e acessíveis”, destaca Iron Mendes, CEO da Maniacs Brewing Co.

Confira o teaser de lançamento da nova marca : https://www.facebook.com/maniacsbrew/videos/1402364113223713/

 

Portfólio completo da Maniacs

A nova cerveja vem para agregar diversidade à marca, junto com as Maniacs NITRO Stout, Red e IPA (com adição de nitrogênio para uma maior cremosidade) e as sazonais Maniacs Saison, IPA 6, IPA 9, IPA 12, Wit e Yankee (uma New England IPA).

André Oliveira “Guaxupé”, gerente nacional da marca, enfatiza o compromisso da Maniacs Brewing Co. em produzir cervejas com personalidade, adequadas ao clima e cultura gastronômica brasileiros, porém com alta drinkability: “Com o lançamento da Maniacs Summer incluímos ao portfólio uma cerveja leve, porém com personalidade, ideal para nosso clima tropical. Ela é muito saborosa e aromática, difícil beber uma só”.


Entrevista com Garret Oliver

Fonte: Revista da Cerveja     Edição: jun/2017 

 

Como você define o atual momento da cerveja artesanal nos EUA?

Muito dinâmico, e mudando rápido. O movimento em direção a cervejas mais ácidas (Sour Beers) continua, cervejarias abrem todos os dias, estilos vêm e vão – e constantemente há novas “modas”, apesar de poucos sabores novos -, e alguma das maiores cervejarias estão se esforçando para assumir o controle sobre a cerveja artesanal ou destruí-la.

 

Como está sua relação com a cerveja artesanal e com a Brooklyn hoje em dia?

Hoje, a Brooklyn Brewery é muito mais uma cervejaria artesanal do que era há 10 anos. Fazemos um monte de refermentação na garrafa, temos mais de dois mil barris de carvalho para envelhecimento de cervejas, temos 75 cervejas que ainda nem lançamos para o público, apenas usamos em degustações. Temos maior qualidade, mas também uma cerveja que é mais criativa e mais tradicional, ao mesmo tempo. Então eu sinto que estamos evoluindo para a cervejaria artesanal que sempre quisemos ser. Mas isso leva tempo!

 

Quando veio pela primeira vez ao Brasil?

Eu já estive no Brasil muitas vezes e degustei dezenas de cervejas brasileiras. Fui ao Brasil pela primeira vez em 2004 ou 2005 como convidado da família Mendes, que foi fundadora da cervejaria Eisenbahn em Blumenau/SC.

 

O que diria sobre o movimento cervejeiro no Brasil? Alguns dizem que o movimento é parecido ao que os EUA tiveram nos anos 1980.

Em alguns aspectos, já está mais avançado que isso no Brasil. O nível brasileiro de criatividade é muito alto, e há muito mais informações disponível do que costumava existir. As mídias sociais também mudaram as coisas. Agora, o objetivo deve ser certificar-se de que o foco dos cervejeiros artesanais está na qualidade. Se uma cervejaria não tem um laboratório, então eles não são realmente sérios, porque eles não podem garantir qualidade a seus clientes. Então esse é um grande desafio, assim como foi para nós.

 

Que mensagem deixa aos leitores brasileiros?

Cervejas estrangeiras são ótimas, e aprendemos muito com elas. Mas o Brasil é cheio de diversidade, tanto de cultura quanto de comida, que eu quero ver o Brasil desenvolver seus próprios estilos de cerveja. No futuro, seria ótimo ver pessoas em outros países fazendo cerveja no “estilo brasileiro”. Talvez Witbier com manga ou caju? Acho que o Brasil poderia se tornar o país cervejeiro mais emocionante no mundo.


Entrevista com Harviestoun Brewery

Fonte: http://www.beersofeurope.co.uk/news/harviestoun-brewery-qa/

 

Você é curioso para saber sobre as pessoas que estão por trás da cerveja que você compra? Ou talvez o que inspira os cervejeiros para fazer uma boa cerveja?  

 Essa semana conversaremos com a Harviestoun Brewery que estão aninhados no sopé dos montes Ochil na aldeia de Alva 

 

Quem é você e o que você faz? 

Meu nome é Scott Ferguson, eu sou o Gerente de Desenvolvimento de negócios para o Oeste da Escócia e do Noroeste da Inglaterra (popularmente falando ‘vendedor de cerveja’) 

 

Quando que o seu amor por cerveja começou? 

Eu sempre gostei de cerveja, até as comerciais. Quando comecei a trabalhar meio período com 16 anos, uma das primeiras coisas que comprei foi uma toca de cerveja e um neon da corona, encaminhado de Hong-Kong.... Minha mãe rapidamente me baniu do Ebay quando ambos chegaram no mesmo dia. Eu diria que comecei a me interessar no meu primeiro ano de faculdade. Estudei história na universidade, nada relacionado diretamente a cerveja, ou fabricação, eu só era um apaixonado pelo ramo, eu não consegui o trabalho na Harviestoun de primeira, pois era um vendedor que trabalhava casualmente com outras cervejarias. Um ano após isso, a Harviestoun me deu a chance. 

 

Qual foi a inspiração para começar a cervejaria?  

Tudo começou em 1983 com um homem chamado Ken Brooker. Ele tinha um galpão de jardim de tamanho substancial, onde preparava sua própria cerveja. Após isso começou a fazer noites de degustação para seus amigos, a notícia se espalhou, e rapidamente se tornou o convite mais cobiçado da cidade. Ken entregava convites e escutava os feedbacks que eram entregues a ele, fazendo seu progresso em sua qualidade e sabor da bebida. Depois de fazer isso por alguns anos, Ken comprou uma fazenda de 200 anos de idade, que pouco a pouco tornou-se uma Cervejaria Funcional.   

 

Qual é a história por trás do nome da cervejaria e a logo? 

Harviestoun é o nome de um pedaço da ilha, bem perto da fazenda original, e onde está localizada a cervejaria atualmente. Nossa logo é Harvie um rato, basicamente, antes que a saúde e segurança reclamem, havia alguns ratos na cervejaria fazenda que roubavam a cevada. Tinha um particularmente que nós não conseguimos pegar, e admirando sua coragem, adotamos ele como mascote!  

 

Aonde você vê, ou espera ver, a cervejaria em 5 anos? 

Acredito que iremos passo a passo no canal Premium, especialmente com nossa Schiehallion lager de oficio e com o nosso novo rótulo Harviestoun Stout. Enquanto nossa gama de originais continuará a ser o principal foco, e com razão, nós também temos produtos fantásticos em desenvolvimentos que irá adicionar a sensação de prestígio de Harviestoun e nos dar maior agilidade em uma categoria sempre em movimento. Mais e mais empresas estão se abrindo para a cerveja de qualidade e a ideia de uma Lager britânica ou Stout no lugar de algumas das mais mainstream. Já trabalhamos com alguns dos mais prestigiados hotéis, bares e restaurantes do país, então temos uma plataforma brilhante para trabalhar em cima.     

 

Olhando para o futuro, qual são as novidades que podemos esperar da Harviestoun nos próximos meses? 

Nós estamos lançando uma nova gama de cervejas em barril esse ano, The Mischief -  o coletivo para um  bando de ratos - e basicamente será a cervejaria correndo solta. Estaremos lançando cervejas como Ugli Fruit IPA e a Royal Tokaii , uma Pale Ale maturada em barril.  

 

Tem alguma cervejaria em que vocês possam se influenciar? 

Se eu estou sendo honesto, nós fazemos nosso próprio trabalho e somos vistos como pioneiros do ramo desde os primórdios, particularmente quando o assunto é barril envelhecido. Nós conversamos sobre coisas bacanas e interessantes que outras cervejarias vêm trabalhando em cima, pois cerveja boa é cerveja boa, não importando se é nossa ou não. Mas não somos tão influenciados ao ponto de copiar e fazer algo semelhante. Em termos de admiração, se continuarmos na Grã-Bretanha, tenho há muito tempo pela Titanic Brewery e Thronbridge. Na Escócia, eu pessoalmente gosto muito de tomar cervejas da Fallen e da Cromarty.   

 

O que você acha que faz uma boa cerveja? 

Para mim boa cerveja tem que ter começo, meio e fim. Tem que ter bom aroma e gosto, tendo uma sensação boa dentro da boca, descendo a garganta e dar um gosto prazeroso logo após.  

 

Qual foi sua primeira cerveja e aonde você experimentou? 

Eu posso me lembrar vagamente roubando goles de uma garrafa de Miller em uma festa quando eu tinha 7 ou 8 anos. Grande noite! 

 

Qual é o seu estilo de cerveja favorito? 

Eu não consigo me ver recusando uma IPA suculenta. Há também muitos estilos bons em algumas cervejarias a serem discutidos, mas eu me vejo constantemente voltando para Stone’s Ruination. 

 

Qual foi a coisa mais juvenil que fez enquanto estava bêbado? 

Alguns anos atrás fiquei bêbado em um parque com um monte de hooligans. Eu estava andando inocentemente para comprar algumas cervejas quando eles nos convidaram para beber junto com eles. Eles eram bem amigáveis, porém olhando em retrospectiva tinha muito potencial para dar errado. 

 

Qual é a melhor parte do seu trabalho? 

Conheci muitas pessoas que são apaixonadas por cerveja assim como eu. Também viajei algumas vezes, conheci partes do país que nunca estive antes. 

 

Obrigado Scott pela entrevista.


Scorcher IPA

O novo lote da Brooklyn Scorcher IPA chegou ao Brasil com a qualidade de sempre - continua aquela ótima Session IPA decididamente lupulada - e uma novidade: agora também disponível em chopp!

 

Para aqueles que ainda não conhecem, a Scorcher IPA irá surpreender! O aroma floral e de pinho chegam primeiro, seguido de uma explosão de amargor de dar água na boca assim que os lúpulos começam a atacar. De repente, um toque do malte tostado e o final vivo e limpo aparecem pra te deixar com sede de MAIS! É extremamente saborosa, e seus moderados 4,5% de teor alcóolico a fazem uma cerveja para você beber de novo e de novo.


Brooklyn Blast de cara nova!

A Brooklyn Blast apresenta um novo aspecto para sua embalagem. 

http://brooklynbrewery.com/brooklyn-beers/perennial-brews/brooklyn-blast
https://twitter.com/i/notifications?lang=pt
 


The Brooklyn Brewery com a cerveja mais vendida do Mestre-Cervejeiro.

O Mestre Cervejeiro elegeu a Brooklyn Lager a cerveja mais vendida do mês de Março, pelo segundo mês consecutivo. Seguido da GUINNESS em 4º lugar e a ESTRELLA – INEDIT em 6º lugar. 
 

Mestre-Cervejeiro.com
facebook.com/MestreCervejeiro


2º Campeonato Brasileiro de Sommelier de Cerveja

Lista das Cervejas degustadas na Semi-Final, e também a cerveja que fechou com chave de ouro foi a Ola Dubh 18 !

Confira a lista das 8 Cervejas da Semi-Final:

1. Fuller’s London Pride - Special Bitter / 2. Weihenstephaner Vitus - German Weizenbock / 3. Fantôme Hiver - French & Belgian Saison / 4. Paulaner Salvator - Doppelbock / 5. Chimay Rouge - Belgian Dubbel / 6. Anchor Breckle’s Brown - American Brown Ale / 7. BrewDog Libertine Black Ale - American Black Ale / 8. Courage Imperial Stout - Russian Imperial Stout

http://www.institutodacerveja.com.br/noticias/veja-quais-foram-as-cervejas-degustadas-as-cegas-no-2o-campeonato-brasileiro-de-sommelier-de-cerveja


Spiegelau Série Craft Beer

A BeerManiacs apresenta Spiegelau Série Craft Beer. Copos projetados especialmente para contemplar as características únicas de cada estilo de cerveja, usando as mais requintadas matérias-primas. 

http://www.guiagphr.com.br/novidadesMercadoDetalhe.asp?iid=11408


Prêmio da Melhor Lager Importada do Brasil

A Brooklyn Lager ganha melhor lager importada do Brasil. Melhores de 2014 na cerveja Brasileira.
Enquete organizada por Bob Fonseca, com mais de 220 jurados. 


osmelhoresde2014.wordpress.com
facebook.com/melhoresde2014


Brooklyn 1/2 Ale - A melhor parte da Saison

Todos os tipos de Farmhouse Ales são ótimos! Mas as criações originais do estilo não eram cervejas 
fortes e encorpadas - elas podiam ser bebidas durante toda a jornada de trabalho em um dia quente 
de verão. A Brooklyn 1/2 Ale segue essa tradição - uma saison seca, lupulada, cítrica e deliciosa, 
com apenas 3,4% de álcool. Não filtrada, maravilhosamente refrescante e com um final lupulado. 
Essa novidade é uma ótima recompensa para aquele dia de trabalho duro e bem feito - não importa 
qual ele seja!

 


Bottled Loved: Brooklyn Sorachi Ace

https://www.youtube.com/watch?v=rviZB08qhFg


Sazonais de Outubro 2014 - Brooklyn Brewery

Chegou AQUELA ÉPOCA do ano de novo: Outubro! O natal dos cervejeiros! 
E como já é de praxe, nossas sazonais da estação já estão fazendo a alegria dos 
loucos por cerveja!
 
A Brooklyn Post Road Pumpkin Ale emplaca seu quarto ano consecutivo no 
Brasil honrando a tradição do estilo: coloração âmbar alaranjado, com aroma de 
abóbora e especiarias, centro maltado e um final cheio de frescor. Também trouxemos
novamente a Brooklyn Oktoberfest, dessa vez em long neck e CHOPP! Encorpada
e maltada, acompanhada pelo caneco próprio da cerveja, perfeito para brindar a festa 
em grande estilo! Ein prosit!